A pobreza das marchas populares na RTP

Foi o quarto programa mais visto de terça-feira, com 758 mil telespectadores – à frente de “Secret Story”, da TVI – e o segundo em “share”, a seguir à novela “A herdeira”, também da TVI. A transmissão das marchas populares deu à RTP um pico do “glamour” que há tanto tempo se foi. Um dos motivos dessa perda esteve, aliás, patente na noite de Sto. António, com a forma pouco imaginativa, para não dizer desleixada, como o canal acompanhou o desfile. No início de cada apresentação, um grafismo “naif” apontava... Leia o resto →

Jogámos a passo, devagar e devagarinho, à espera do mesmo de sempre

A bola sobe fora do alcance do mais alto da barreira, Piqué, faz a barba a Busquets, que estica a cabeça em desespero sem lhe conseguir tocar e desce para a gaveta de De Gea, incapaz de reparar, com uma defesa impossível, o seu erro descomunal no segundo golo de Cristiano: e assim fez o capitão, ao cair do pano, o imerecido empate para Portugal. Imerecido não é talvez o termo adequado porque no futebol não há justiça e os protagonistas é que contam, sejam 11 ou apenas um, como... Leia o resto →

 
Back to top