Contra apupos e assobios, gastar, gastar

Com a derrota em casa frente ao Tondela, o Benfica tornou a crise em que entrara, ao perder com o FC Porto, num tombo de consequências imprevisíveis. Ou talvez não, já que muito dificilmente Luís Filipe Vieira poderá conter o desânimo geral e manter Rui Vitória, cuja eventual saída levará o plantel a uma remodelação tão profunda que o sonho do presidente de caminhar no sentido do saneamento financeiro será necessariamente posto em causa. Vai ser preciso comprar e comprar bem, gastar milhões e muitos. Antes, há outro grave problema... Leia o resto →

Mendes & Mendes: a firma da semana

Fiéis à cultura do ódio com que tentam esquecer as frustrações, alguns gremlins das redes sociais (outros dedicam-se mais à inveja cor de rosa) criticaram agora Jorge Mendes por ganhar milhões de euros e ter oferecido uma casa de poucos milhares a uma família vítima dos incêndios de 2017. Em vez de se focarem nos muitos milionários que não dão um cêntimo a ninguém, os imbecis internautas preferem denegrir quem é generoso e dá o que entende, e não o que eles dizem que dariam se o dinheiro fosse deles... Leia o resto →

A vantagem aumentou mas surgiu um novo perseguidor

O meu avanço aumentou de quatro para cinco pontos, mas há novo perseguidor e ainda faltam duas jornadas… Para já, ficou assim: APais – 164 pontos LSantana – 169 LJeremias – 169 RSantos – 169 BPrata – 178 PFutre – 179 RCalafate – 182

Nasceu há 20 anos o jornal que mudou os outros jornais

A 5 de maio de 1998 foi lançado, perante grande expetativa, o diário 24horas, que duas décadas depois podemos considerar que mudou o paradigma da imprensa portuguesa. Desde logo porque custar 100 escudos, o que obrigou os outros diários – primeiro o Diário de Notícias e por último o Correio da Manhã – a baixarem os preços de capa, para 100 escudos. E a seguir porque se assumiu como tablóide – um termo horroroso para os faróis da deontologia – e explorou o noticiário cor de rosa, forçando também, nesse... Leia o resto →

Do regresso de Iniesta a Benfica e Sporting no limite

Saber gerir a carreira é a terceira condição para o sucesso, depois do trabalho –muito trabalho – e do talento natural para um desempenho profissional. Andrés Iniesta confirma agora ter reunido as três qualidades ao escolher o final da época para dizer adeus a 22 anos de Barcelona. Deixará o clube num momento magnífico: após a conquista de mais uma liga, com um avanço merecido e arrasador, e de outra Taça de Espanha, esta ganha no sábado, após uma atuação de sonho a juntar ao livro de ouro exibicional do... Leia o resto →

Uma jornada aziaga para o comandante

Não me correu nada bem, é a vida. Eis a nova tabela da coisa, a publicar na sexta-feira, sendo que a liderança final, que é a que conta, parece já só estar ao alcance dos quatro primeiros: APais – 155 pontos LSantana – 159 LJeremias – 159 RSantos – 163 PFutre – 168 BPrata – 172 RCalafate – 178 AVale – 183

País de doidos varridos

Aumenta o número de portugueses a precisar de internamento, diria até que a nossa sociedade, como um todo, tem uma noção distorcida da realidade, não bate bem, pronto. Integro-me alegremente no desatino coletivo – ainda há dias escrevi que Lincoln foi o primeiro Presidente dos Estados Unidos e houve “apenas” 15 antes dele… – mas, existindo prioridades, cedo o meu lugar nas urgências aos mais necessitados. Como é o caso da rapaziada dos serviços de viação não sei das quantas, que tentou agora passar a multar os condutores das ambulâncias... Leia o resto →

Caixa Geral de Depósitos: os milhões e os trocos

A Relação acaba de dar razão aos funcionários da Caixa Geral de Depósitos que reclamaram do facto de lhes ter sido cortado um mês de subsídio de refeição. Não, não se tratou de uma ação de poupança absurda da administração do banco, antes da aplicação de uma norma seguida por todas as empresas: quando está de férias, o trabalhador não recebe subsídio de alimentação. Por muito óbvio que possa parecer, na CGD não era assim, o dinheiro jorrava e pagavam-se os almoços durante os 12 meses. E agora, por decisão... Leia o resto →

E a gloriosa caminhada continua…

Decorrida mais uma jornada, eis que aumentei de 3 para 8 pontos a minha vantagem no TotoRecord, ou seja, é pena não acabar agora… No Record de sexta, sairá a nova classificação: AP – 149 pontos LS – 157 LJ – 158 RS – 162 PF – 167 No quadro abaixo, há três erros. Eu pus 1-2 e não 0-2 no Belenenses-Sporting, o Paulo Futre apostou 0-1 e não 0-2 no Paços-Braga, e o Nuno Santos (que subiu ao 9.º lugar) pôs 1-2 e não 1-1 no jogo do Restelo.

E tudo o Benfica desperdiçou

Foram precisas décadas para que os iluminados que mandam no futebol europeu entendessem o prejuízo que é, para os adeptos e para o negócio, a transmissão de grandes jogos no mesmo horário, situação que será revista na próxima época. É pena que outra inteligência não resolva o “drama” do telespectador português, que teve ontem, mal Artur Soares Dias fechou a loja na Luz, de começar a ver o Real Madrid, passar 15 minutos após pelo PSG-Mónaco, e deixar os dois para seguir o dérbi lisboeta. E jantar? Isso só lá... Leia o resto →

« Entradas mais antigas

 
Back to top