Desapareceu a mulher que deu a volta ao Luís Afonso

O velho mundo da imprensa em formato papel não se tem vindo a desintegrar apenas porque os tempos mudaram e o audiovisual nos comanda hoje a vida. Mudou igualmente porque foram desaparecendo, um após outro, os gigantes dessa indústria. O último a partir, há poucos dias, foi quase uma lenda: Maria Margarida Ribeiro dos Reis, até há cerca de dez anos administradora de A Bola e filha de António Ribeiro dos Reis, um dos fundadores do jornal da Travessa da Queimada. Quem com ela privou já lhe teceu os merecidos... Leia o resto →