No tempo dos concursos de misses

O final da década de 80 constituiu um período de grande atividade nas discotecas de Lisboa, longe de ser invadida pela marginalidade e mesmo pelo crime. A internet e as televisões privadas vinham longe e sair à noite estava in. De igual modo, viveu-se a época dourada dos concursos de beleza, que iam desde o clássico Miss Portugal, que o Correio da Manhã patrocinava, com enorme êxito, e cuja final decorria no Casino Estoril – até desfiles mais ligeiros como os de Miss Primavera, ou mesmo mais arrojados, como os... Leia o resto →

Nem de rabo sentado o VAR é competente

Fui, sou e serei um defensor do VAR. Mas defendo ainda mais a formação, para que se possa melhorar a qualidade da arbitragem. Porque instituiu-se o VAR a mata-cavalos e a inaptidão verificada no terreno prolonga-se agora no estúdio. Em campo, um árbitro incompetente levou o jogo de Tondela até ao minuto 99 e alterou a verdade desportiva. Com o rabo sentado e até com o aquecimento ligado, um VAR incompetente validou, mal, o primeiro golo do FC Porto no Estoril – teriam acontecido os outros se esse não contasse?... Leia o resto →

Manuel Luís Goucha arrisca muito na Casa dos Segredos”

Amanhã, é o “Dia D” para Manuel Luís Goucha. Ou apenas mais um. Será um novo desafio profissional que ele encarará com a confiança de sempre: foi assim que decidiu deixar de ser ator, escrever livros de cozinha ou abandonar a RTP. Na verdade, essa confiança só o traiu uma vez, com o fracasso de “Momentos de glória” – há já um quarto de século – um risco mal calculado, situação que parece repetir-se agora com a sua aventura na “Casa dos Segredos”. Goucha tem todas as condições para fazer... Leia o resto →

A tarde em que o Jordão não apareceu ao Bonzinho

O semanário Off-Side publicou-se entre 1982 e 1984, no tempo em que jornalistas e agentes desportivos mantinham uma relação saudável e amiga. Um dos jogadores que mais colaboravam com o jornal chamava-se, e chama-se, Rui Jordão. Era tal a confiança que o João Bonzinho, o mais próximo do craque sportinguista, acertou com ele uma entrevista para a tarde do feriado de 1 de novembro de 1984, véspera de saída do jornal. Ao princípio da noite, a edição estava quase fechada, faltavam as páginas centrais e a primeira, dependentes da conversa... Leia o resto →

Golos: nada como a estatística para moderar opiniões

MisterChip (Alexis)‏Conta verificada @2010MisterChip (in Twitter) ¡¡¡ACTUALIZADO!!! Máximos goleadores de las competiciones europeas, de la Copa de Europa y de la UEFA Champions League, tras los goles que anoche marcaron Messi, Lewandowski y Thomas Müller.

À caça da líder

Não correu muito bem, fiquei com o Paulo Futre à perna, mas estou mais próximo de La Jeremias – agora, são só 3 pontos. E já foram… 20!

O Estoril a ganhar ao FC Porto ou talvez não

Benfiquistas e sportinguistas viviam, entusiasmados, o estado de graça do Estoril desde o interrompido jogo com o FC Porto. É que se a partida se tivesse completado nesse dia, os canarinhos teriam, no segundo tempo, muito provavelmente, uma quebra física de que se poderiam aproveitar os visitantes para virar o marcador. Agora, entrando frescos para os 45 minutos em falta, as dificuldades dos azuis e brancos serão talvez maiores. Ainda por cima, após esse 1-0 ao intervalo, as últimas jornadas trouxeram resultados positivos ao Estoril: três vitórias consecutivas, uma das... Leia o resto →

Passos não desistirá

Chega ao fim a era de Passos Coelho ao leme do PSD. Dois terços do País, comigo a bordo, veem-no partir com alívio, tal o peso da austeridade que o seu governo impôs e a bonança em que se vive no limbo da geringonça. Já ninguém se recorda da situação de pré-bancarrota, nem da coragem de um homem que serviu num momento de desespero. Vai-se embora? Boa viagem. Como ando um bocado desatento – dizia Jorge Luis Borges que “o que for importante eu vou saber” – se calhar Passos... Leia o resto →

Adolfo e Jaime: dois homens, duas gerações

No último sábado, choquei com dois títulos fortes. Um foi o da entrevista de Adolfo Mesquita Nunes ao Expresso, o outro era do CM online: Liga de Bombeiros faz ultimato ao Governo. Pertenço a uma geração que só tarde conviveu com a tolerância às orientações sexuais e com a expressão das opções individuais. Assisti a quase tudo, de sentimentos de vergonha a graçolas e insultos, passando pela coragem de casos pontuais, em especial de figuras públicas – Manuel Luís Goucha, então, foi determinante para ultrapassar preconceitos – e lamento que... Leia o resto →

« Entradas mais antigas

 
Back to top