O dia em que Jaime Gama podia não ter almoçado

Em setembro de 2011, o Mundo vivia o horror pela ação terrorista nas Torres Gémeas, de Nova Iorque. No Tal&Qual, quisemos então saber como estaria a segurança numa dezena de edifícios públicos de Lisboa. Envergando uniformes de uma empresa fictícia de ar condicionado, a Ar&Tal, os repórteres Fernando Brandão e João Bénard Garcia – este hoje na Cofina – entraram facilmente em seis dos prédios-alvo, como a CGD ou a RTP. Já na Assembleia da República ficaram à porta, por falta de credencial, na Câmara Municipal de Lisboa visitaram o edifício mas não... Leia o resto →