Acabam US Open e Vuelta: ficam as saudades de Federer e Contador

Para se escrever sobre televisão, existe um mandamento óbvio: ver televisão. E esta semana, chegado o dia de produzir a crónica, verifiquei que não cumpri a tal regra de ouro que me habilitaria a refletir com o leitor sobre um tema de interesse comum. Preciso de me justificar, não foi propriamente não ver televisão, mas ver apenas aquilo que na época do ano que atravessamos me mantém refém do televisor: o Open de ténis dos Estados Unidos e a Volta a Espanha em bicicleta. A agenda diária não me dava... Leia o resto →